Tetos Mudéjares da Sé do Funchal vencem Prémio Gulbenkian

Tetos Mudéjares da Sé do Funchal vencem Prémio Gulbenkian
O projeto de Conservação e Restauro dos Tetos Mudéjares da Sé do Funchal foi o grande vencedor da 14ª edição do Prémio Gulbenkian Património – Maria Tereza e Vasco Vilalva, sendo ainda distinguido com o prémio APOM - Associação Portuguesa de Museologia - na categoria de conservação e restauro.
De entre as dezanove candidaturas submetidas, o júri do Prémio decidiu, por unanimidade, distinguir este projeto pela exemplaridade da intervenção e relevância patrimonial, artística e social.
 
Esta intervenção, que permitiu a salvaguarda e a valorização de um património histórico, artístico e cultural, único a nível nacional, decorreu entre 2019 e 2021, sob a coordenação da Secretaria Regional de Turismo e Cultura/Direção Regional da Cultura e da Direção Geral do Património Cultural/Laboratório José de Figueiredo, cofinanciada pelos fundos comunitários FEDER Madeira 14-20 e executada pela empresa Atelier Samthiago - Conservação e Restauro (Viana do Castelo). O projeto de recuperação abrangeu uma área de cerca de 1500 metros quadrados, no qual colaboraram 36 especialistas de várias nacionalidades.
 
O Prémio Gulbenkian Património – Maria Tereza e Vasco Vilalva, criado em 2007, distingue ,anualmente, um projeto de excelência na área da conservação, recuperação, valorização ou divulgação do património cultural português, imóvel ou móvel.
Voltar
Partilhar
Youtube Flicker RSS ISSUU
Madeira. Tão Tua World´s Leading Island Destination 2020 - WTA Award SRTC Região Autónoma da Madeira